4 de abr de 2013

Angústia - Graciliano Ramos

"Que remédio! Havia de brigar com ela, dizer-lhe que tivesse juízo, explicar que sou pobre, não posso comprar camisas de seda, pó-de-arroz caro, seis pares de meias de uma vez? Seis pares de meias, que desperdício! Se ela suasse no veio da máquina ou aguentasse as enxaquecas do chefe na repartição, não faria semelhante loucura."
"Escolher marido por dinheiro. Que miséria! Não há pior espécie de prostituição."